Por que Orlando tem um mercado de trabalho promissor?

Mensagem principal: O mercado de trabalho de Orlando atrai cada vez mais o olhar de estrangeiros devido à alta qualidade de vida proporcionada pela cidade na Flórida. 

Por que Orlando tem um mercado de trabalho promissor?

Muitos profissionais buscam oportunidades nos EUA, não somente pelo salário pago em dólar mas também pela qualidade de vida das cidades americanas. E quando se trata de qualidade de vida e ofertas de emprego em diferentes setores da economia, Orlando ganha destaque.

O potencial competitivo da cidade já é conhecido por empreendedores ao redor do mundo. De acordo com a Orlando Economic Partnership (OEP), há uma forte presença de empresas internacionais em Orlando, tais como:

  • Siemens Energy (Alemanha)
  • Mitsubishi-Hitachi Power Systems (Japão)
  • Mazor Robotics (Israel)
  • Signature Flight Support (Reino Unido)

O turismo é certamente um dos atrativos, pois o setor tem um impacto de aproximadamente 50 bilhões de dólares, como ressalta a OEP. Além disso, segundo dados da Visit Florida, o estado da Flórida recebeu cerca de 112.4 milhões de visitantes, em 2016. Só a cidade de Orlando recebeu 68 milhões de turistas no ano de 2016.

No entanto, esta cidade tem muito mais que apenas turismo profícuo. Descubra a seguir as outras razões pelas quais Orlando tem um mercado de trabalho promissor.

Excelentes indicadores econômicos

Uma pesquisa realizada pela Bureau of Labor Statistics (BLS) indica que houve redução na taxa de desemprego da cidade de Orlando. O índice tinha valor de 4.7 em 2016 e passou para 3.8 em 2017.

Por outro lado, a taxa de ocupação média teve um aumento de 3.3%. Isto significa que um número maior de pessoas puderam contribuir em 2017 para o crescimento da economia local.

Com relação à força de trabalho, um relatório da OEP estima que existam 1.290.326 de pessoas trabalhando ou disponíveis para o trabalho. Além disso, o mercado conta com uma mão-de-obra qualificada: 34.2% das pessoas com mais de 25 anos possuem ensino superior (dados da US Census Bureau).

Também vale a pena mencionar a infraestrutura de transportes, afinal o fluxo de pessoas e mercadorias afeta vários segmentos da economia. E o relatório da OEP traz estatísticas invejáveis: o aeroporto internacional de Orlando tem uma demanda mensal de cerca de 3.967.947 de passageiros, domésticos e internacionais. Então não é surpresa que a taxa de ocupação de hotéis seja de 85.1% ao mês.

Diferentes setores em expansão

Segundo a BLS, os seguintes setores apresentaram crescimento notável na taxa de ocupação em 2017:

  • construção (+8.8%)
  • manufatura (+6.0%)
  • atividades financeiras (+4.7%)
  • lazer e hotelaria (+4.7%)

Não obstante, o turismo adicionou 12.000 novos empregos já no segundo trimestre do ano. Também houve maior oferta de oportunidades para os segmentos de prestação de serviços e negócios, que contribuíram com 7.100 novas vagas.

Baixo custo para empreender

O custo de um empreendimento é um dos fatores a serem considerados na hora de escolher uma área de atuação. Afinal, uma empresa precisa planejar salários de funcionários, impostos, transporte, planos de saúde corporativos, dentre outras despesas.

Para ajudar nas decisões de empreendedores, o conglomerado de firmas KPMG elaborou em 2016 um estudo sobre o assunto. E a boa notícia já foi publicada no relatório da KPMG: Orlando está entre os locais dos EUA com menores custos para empreendimentos. E no ranking mundial, ocupa a 39° posição de cidade mais barata para empreender. Assim, Orlando é realmente um ótimo lugar para criar e expandir negócios.

Caso tenha interesse em obter mais informações sobre as oportunidades de Orlando, sinta-se à vontade para entrar em contato conosco pelo e-mail info@investirimoveiseua.com.

Compartilhe o conhecimento